Nariz: estética e respiração 

 

Grande, pequeno, largo, estreito, levemente torto. Não há no mundo duas pessoas com nariz igual, mas, independente do formato, é fato que ele assume o posto de elemento-chave na estética facial do ser humano. Por isso mesmo, também costuma ser responsável por grande parte das reclamações relacionadas com a aparência. E, com essa insatisfação, vem também a baixa autoestima, o isolamento e, em casos específicos, até a depressão.

 

De acordo com o otorrinolaringologista Marcio Freitas, o descontentamento com o que se vê ao olhar no espelho pode prejudicar bastante o convívio social levando a dificuldades de relacionamento. Em contrapartida, quando o assunto é o nariz, além na parte estética, essas imperfeições ainda podem esconder problemas a mais, como o desvio do septo nasal.

 

Tudo isso explica a crescente procura por cirurgias como a rinoplastia. “Ela corrige alterações estéticas e, normalmente, é realizada junto com a septoplastia, que melhora situações de obstrução nasal”, explica. O procedimento é indicado para pessoas a partir dos 15 anos de idade, ou seja, após o término da fase de crescimento, e bastante frequente entre adultos e até idosos. “O otorrino irá trabalhar o aspecto visual juntamente com as alterações funcionais do nariz, pois não adianta a pessoa ter um nariz bonito e não conseguir respirar corretamente”, completa.  

 

Em geral, a rinoplastia necessita de anestesia geral, porém, o paciente sente pouca ou nenhuma dor. Durante o período pós-operatório, os incômodos podem ser amenizados com analgésicos. Segundo Freitas, atualmente, as técnicas cirúrgicas não são agressivas, o que deixa a recuperação quase indolor e rápida, levando apenas dois ou três dias para o retorno às atividades profissionais. “Para exercícios físicos leves, a indicação é de que se espere cerca de duas semanas”, esclarece. Durante o processo de cicatrização, o nariz fica protegido por um gesso. Este é removido após sete dias e não exige curativos adicionais.

 

Conforme o médico, a septoplastia serve para resolver queixas de nariz entupido, sinusites de repetição, dores de cabeça e dificuldades para sentir cheiros ou sabores. Para isso, cabe ao profissional corrigir possíveis desvios do septo nasal, parede constituída por osso, cartilagem e mucosas que separa uma narina da outra. Respiração pela boca, dificuldade para dormir, apneia do sono, roncos, cansaço, dores de cabeça e na face são outros sintomas que podem estar associados ao problema.